Início Inovação Conheça o Facebook Watch: Entre o YouTube e o Netflix

Conheça o Facebook Watch: Entre o YouTube e o Netflix

79
0
COMPARTILHAR

Há alguns meses tem se falado sobre produção original de vídeos no Facebook. Mas agora é oficial.

No início de Agosto, o Facebook anunciou uma novidade que promete trazer uma lufada de ar fresco e retomar o interesse pelos utilizadores da rede: O Facebook Watch.

O que é o Facebook Watch?
O que é o Facebook Watch?

O que é o Facebook Watch?

O Facebook Watch é uma plataforma de vídeos que muitos anunciam como o primeiro passo para a Facebook TV. Contudo não será fácil destronar Youtube e Netflix. Parece que não foi apenas o Snapchat que ‘virou alvo’ de Mark Zuckerberg. Aliás foi o próprio CEO que anunciou no seu perfil da rede a novidade através de um post com um vídeo de apresentação e uma pequena descrição. Apesar de ter sido breve e sucinto em suas palavras, Mark frisou que será um espaço tanto para produtores profissionais quanto para pessoas comuns, isto é, os usuários.

Além disso deixou claro o foco do Watch: Assistir a um programa não precisa de ser uma atividade passiva. Pode ser uma chance de compartilhar experiências e reunir pessoas que se interessam pelas mesmas coisas”.

O vídeo de que falamos:

O Diretor de Produto do Facebook, Daniel Danker afirmou: Watch é uma plataforma para todos os produtores e editores se conectarem com a sua audiência, criar uma comunidade de fãs apaixonados e ganhar dinheiro pelo seu trabalho.

O Watch estará disponível em dispositivos móveis, desktop e até em aplicativos para TV. A boa notícia é que, pelo menos por enquanto, irá ser um recurso gratuito, e só irá ser necessário ter uma conta no Face para aceder.

Facebook Watch: Visão dos episódios em um dispositivo móvel iOS
Visão dos episódios em um dispositivo móvel iOS

Atualmente o Facebook Watch encontra-se disponível apenas para alguns utilizadores e estará em fase de testes

Mas qual a diferença entre Facebook Watch e os vídeos que já existentes na rede?

Como todos sabem existem vídeos há muito tempo e eles ocupam cada vez mais o nosso feed de notícias. Porém, por enquanto os vídeos funcionam como qualquer outro post normal, como textos e fotos, por exemplo.

O Watch vai muito além disso, será um espaço em separado para os usuários assistirem vídeos, ou seja, uma espécie de aba ou guia exclusivamente para isso.

De acordo com o próprio Danker: “Conforme mais e mais pessoas aproveitavam a experiência de vídeos, aprendemos que as pessoas gostam de assistir vídeos no Feed de Notícias, mas também querem um lugar dedicado apenas para assistir vídeos.”

Para isso, a plataforma contará com duas partes básicas: A ‘Watchlist’ que, como nome diz, funcionará como uma lista para reunir os episódios para assistir e a ‘Discover’ que será um feed semelhante a aba ‘Explorar’ do Instagram.

Visão em um dispositivo móvel das duas categorias principais dentro do Facebook Watch: Discover e Watchlist com destaque para a Watchlist
Visão em um dispositivo móvel das duas categorias principais dentro do Facebook Watch: Discover e Watchlist com destaque para a Watchlist

 

Aliás, o Facebook Watch recomendará conteúdos para os usuários assistirem de forma personalizada por meio de categorias como ‘O que está fazendo as pessoas rirem’ – que baseará na quantidade de reação ‘haha’ dos usuários -, ‘O que os seus amigos estão assistindo’ e ‘Os mais comentados’.

Em relação a receita gerada pelos anúncios que aparecerão durante a exibição dos vídeos, os produtores terão direito a 55% da receita, isto é, o Facebook ficará com os outros 45%.

O que Marca o Facebook Watch

Além de servir para que produtores e usuários desenvolvam seus conteúdos em vídeo por lá, ao que tudo indica o Facebook, a exemplo da Netflix, também terá suas próprias produções.

Porém, a princípio, isso ainda não acontecerá. No momento somente parceiros estão produzindo para o Watch, alguns, é claro, mediante investimento do Face. Segundo anunciado o objetivo desse financiamento é inspirar mais pessoas a criarem dentro do Facebook Watch.

Entre uma das apostas financiadas pelo Facebook está a série de Returning theFavor apresentada por Mike Rowe, que mostrará pessoas que fizeram algo de extraordinário em benefício da sociedade. E, como o próprio nome da série sugere, haverá alguma recompensa para elas.

O interessante é que são os próprios seguidores do apresentador que estão indicando os candidatos.

Facebook Watch: Outros diferenciais
Outros diferenciais do Facebook Watch

A promessa do Facebook Watch é de um espaço com muita variedade, contando com programas de esportes ao vivo até os de comédias. Já até sabemos alguns nomes confirmados em sua programação, como: Major League Baseball, GabbyBernstein, Kitchen Little do Tastemade.

O diferencial do Watch parece estar mesmo na interação entre os usuários enquanto assistem aos programas, pois as pessoas poderão mostrar aos seus amigos o que estão assistindo e até mesmo conversarem entre si enquanto veem algo por lá.

Será possível grupos para discutir os programas, fazer indicações e, é claro, socializar. Mas não é só os usuários comuns que participarão, a intenção é que ídolos e espectadores conversem por lá também. Uma aproximação que, sem dúvidas, muitos fãs irão adorar.

Aprendemos com o Facebook Live que os comentários e reações de pessoas a um vídeo são muitas vezes parte da experiência como o próprio vídeo.” – Conta o Diretor de Produto do Facebook, Daniel Danker.

O Watch realmente parece ter tudo a ver com o Facebook, pois, os usuários acessam uma rede social para se relacionar com o seu círculo, certo?

Agora você deve ter entendido porque o título do artigo diz que o Facebook Watch parece ser uma junção de YouTube e Netflix e apesar de um tanto quanto previsível, tem tudo para ser um sucesso, visto os seus 2 bilhões de usuários.

De fato, as pessoas passam muitas horas do seu tempo livre assistindo vídeos e não era mais do que esperado que o Facebook investisse em algo totalmente voltado para o audiovisual por lá.

A maior rede social do mundo parece rumar para um competição de peso com o YouTube que desde sua compra pelo Google há mais de 10 anos não sabe o que é concorrência. Nos resta ver as cenas dos próximos capítulos para conferir qual será o impacto disso tudo.

Por enquanto não há previsão para o Facebook Watch se tornar disponível para todos seus usuários.  Em seu post Zuckerberg disse “Nós começaremos a apresentar o Watch para um número limitado de pessoas nos EUA, e o plano é trazê-lo para mais pessoas em breve.

Já Danker declarou “Estamos entusiasmados para ver como produtores e editores usarão os vídeos para se conectar com seus fãs e comunidade.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here